Produtos industrializados e câncer. Há ligação? | VIVERDEQUÊ?
Fechar

Inscrição para o Curso: LEITES VEGETAIS - 10 NOV


17.fev
17.fev
Produtos industrializados e câncer. Há ligação?

Como o assunto de fevereiro do Viverdequê? é “câncer”, vou te falar sobre a relação que há entre a doença e os alimentos industrializados. Sim, tem ligação! Além de a comida “embalada”, em geral, ser riquíssima em açúcar, sódio e gordura, o que já está na contramão da saúde (e pode estimular o aparecimento de tumores), elas possuem aditivos perigosos. Conservantes, corantes, acidulantes, aromatizantes, estabilizantes etc. Esses compostos são um verdadeiro PERIGO! Trata-se de uma enorme gama de produtos químicos para produzir os conservantes, realçadores de sabor, textura e cor, encontrados nos alimentos industrializados.

Os “antes”, como eu os chamo (corANTES, acidulANTES…), devido a correria da vida moderna, acabam sendo consumidos durante toda a vida pela população. O último relatório “Alimentos e bebidas ultraprocessados na América Latina: tendências, impacto sobre a obesidade e implicações para as políticas públicas”, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) mostra que de 2000 a 2013, a venda per capita desses produtos aumentaram na América Latina. O levantamento examinou as vendas de produtos, incluindo refrigerantes, doces e salgadinhos, entre muitos outros. De 2000 a 2013, a venda per capita destes produtos aumentaram 26,7% nos 13 países latino-americanos estudados (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela).

Coincidentemente (ou não), um relatório publicado em 2014 pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (IARC), da Organização Mundial da Saúde (OMS), alerta que os casos de câncer aumentarão cerca de 50% até 2030, quando serão diagnosticados em todo o mundo. Serão quase 22 milhões de casos de câncer, em comparação com os 14 milhões em 2012. Os dados apontam um forte aumento da doença nos países em desenvolvimento. As mortes por câncer passarão de 8,2 milhões a 13 milhões por ano. A pesquisa detalhou as diferenças regionais para o acometimento. Mais de 60% dos casos de câncer e 70% das mortes ocorreram na África, Ásia, América Central e América do Sul, segundo o relatório global. Na América Latina e no Caribe, o câncer de mama e o de próstata são os que têm maior incidência em mulheres e homens, respectivamente. Os tipos mais mortais nestas regiões são o câncer de mama e o câncer de colo do útero entre as mulheres, e o de próstata e de pulmão nos homens. Essas tendências são acompanhadas pelo aumento e o envelhecimento da população e pela adoção de hábitos de risco.

Hábitos de risco? Opa! A maioria das pessoas não se preocupa em ler os rótulos para verificar os ingredientes dos produtos que consomem. Mandam “para dentro” e pronto. E ainda servem para a família.

Mas, afinal, o que são esses ingredientes? Por que os “antes” fazem mal à saúde? A quantidade massiva de química, dos aditivos alimentares, se acumula no organismo. Qualquer anormalidade no organismo pode provocar o mal funcionamento da “máquina” humana. E o câncer nada mais é do que a multiplicação desordenada e anormal das células.

Eu quero te convidar a uma reflexão. A própria natureza nos proporciona o que comer, certo? O que é natural e fresco, deteriora rápido. Então, porque ingerir algo modificado quimicamente, para durar muuuuito, faria bem? Se esses compostos químicos não fazem mal, como infelizmente os órgãos reguladores garantem (exemplo: a Anvisa no Brasil), porque esses elementos não foram concebidos naturalmente nas frutas, verduras e legumes? A natureza demonstra o que nos faz bem e mal. E devemos dar atenção ao que ela nos ensina.

Também devemos prestar atenção nas embalagens!!! Se for comprar algo no supermercado, confira se consta algum nome da lista abaixo:

Conservantes

Antioxidantes

Aromatizantes

Estabilizantes

Aroma Natural ou Natural Reforçado – sabor natural de… ou sabor de…

Aroma Reconstituído – sabor reconstituído de…

Aroma Imitação – sabor imitação de…

Aroma Artificial – sabor artificial de…

Aroma Natural – contém aromatizante natural de… ou contém aromatizante de… ou contém aromatizante natural composto

Aroma Natural Reforçado – contém aromatizante natural reforçado de…

Aroma Reconstituído – contém aromatizante reconstituído de…

Aroma Imitação – contém aromatizante imitação de …

Aroma Artificial – aromatizado artificialmente

Aroma Natural Defumado – aroma natural defumado adicionado

Códigos iniciados com ET + um número ou algarismo romano.

Amido quimicamente modificado

C.I – CORANTES NATURAIS
C.II – CORANTES ARTIFICIAIS
C.III
 – SINTÉTICOS IDÊNTICOS AOS NATURAIS
C.IV – CORANTES INORGÂNICOS / CARAMELO

ÁCIDO GLUTONA DELTA XANTANA

H.I– ÁCIDO ADÍPICO
H.II – ÁCIDO CITRICO / ÁCIDO TARTÁREO
H.III – ÁCIDO FOSFÓRICO / ÁCIDO MÁGICO
H.IV – ÁCIDO FUMÁRICO / ÁCIDO LÁCTICO

P.I – ÁCIDO BENZÓICO e seus sais de cálcio, potássio e sódio.
P.III – PRRA-HIDROXIBENZENO DE METILA, PROPILA, ETILA E SEUS SAIS SÓDICOS.
P.IV – ÁCIDO SÓRBICO e seus sais de cálcio, potássio e sódio.
P.V – DIOXIÓDO DE ENXOFRE: metabissulfito de sódio, de potássio, de cálcio, bissulfito de sódio, de cálcio, de potássio, sulfito de sódio, de cálcio e de potássio.
P.XII – NATAMICIA (Pimaricina).
P.VII – NITRATO DE POTÁSSIO OU SÓDIO associado ou não a NITRITO DE POTÁSSIO OU SÓDIO.
P.VIII – NITRITO DE POTÁSSIO OU SÓDIO.
P.IX – PROPIONATO DE CÁLCIO, SÓDIO OU POTÁSSIO.

 

Encontrou essas sinalizações nas embalagens? Muitas delas? Então, sinceramente… cai fora! Sei que é difícil memorizar tudo que faz mal (acho que ninguém consegue). Mas é só reparar se tem os “antes” ou ingredientes que são códigos. Oras! Nada em embalagens deveria ser um “código a ser decifrado”. Só por aí, já desconfie. Corra para o sacolão, feira orgânica ou para a horta de casa (olha a ideia, aí!). Essa atitude demonstrará amor à vida – pela sua e a de todos que ingerem o alimento que você põe à mesa. Xô câncer!

 

Débora Campos

Publicitária, estudante de Gastronomia (Senac) e apaixonada por culinária saudável, fotografia e viagem.




PESQUISAR:

Débora Campos - autora
apoie o blog viverdequê?
quer anunciar no viverdequê?