Maria Clara Moura / “Me sinto mais humana” | VIVERDEQUÊ?
Fechar

Inscrição para o Curso: LEITES VEGETAIS - 10 NOV


14.mar
14.mar
Maria Clara Moura / “Me sinto mais humana”

Oi! Meu nome é Maria Clara, sou de Belo Horizonte, estudante, tenho 21 anos e sou ovolactovegetariana.

Tudo começou quando fui percebendo movimentos nas redes sociais contra o consumo de carne. Tive interesse em saber mais e procurei respostas em um documentário muito conhecido chamado “Cowspiracy” (2014), que retrata as consequências da pesca e da pecuária na natureza. Tudo o que foi mostrado me assustou, como ver que todas essas indústrias (de carne, ovo e leite) afetam diretamente o consumo de água potável, a poluição, desmatamento, entre outros. Além do sofrimento causado aos animais em cativeiro.

Foi um processo. Não tive tanta dificuldade, porque nunca fui ” carnívora nata”. Comi carne minha vida inteira, mas desde quando percebi todos os impactos negativos, a vontade de tentar fazer a diferença nessa situação tão massiva sempre foi maior.

Procurei ajuda de uma nutricionista para equilibrar melhor o consumo de proteínas e carboidrato (nos primeiros meses sem ajuda minha dieta ficou muito desequilibrada, justamente por que ” não sabia o que comer”).

Me sinto mais humana. Me sinto melhor pensando que estou agindo de acordo com o que acredito, mesmo que a diferença seja mínima comparada à proporção de todo o consumo mundial.

Para quem tem interesse e está começando agora, eu digo: pesquise mais ! Fique por dentro das noticias, dos fatos. Tudo isso vai te dar força para continuar firme. Eu sugiro ir tirando cada tipo de carne aos poucos, assim como eu fiz, para não sofrer com a falta repentina. E claro, procure ajuda de um especialista em nutrição! Para não haver ganho ou perda de peso, assim como falta ou excesso de nutrientes. Já passei por falta de ferro e vitamina B12. Por isso não deixe de ter acompanhamento médico!

Moro em Belo Horizonte e mesmo não tendo tantas opções de restaurantes vegetarianos/ veganos, consigo comer bem em quase todos os estabelecimentos. Nunca deixei de frequentar certo lugar por falta de opção. Acredito que os cardápios estão se adaptando bem ao crescente número de pessoas que não consomem carne e/ou derivados.

Indicações: Documentário ” Cowspiracy”; ” Nutrindo seus Sentidos”, de Laura Pires.




PESQUISAR:

Débora Campos - autora
apoie o blog viverdequê?
quer anunciar no viverdequê?