Letícia Said / Ovolactovegetariana, mais saudável e feliz | VIVERDEQUÊ?
Fechar

Inscrição para o Curso: LEITES VEGETAIS - 10 NOV


18.jul
18.jul
Letícia Said / Ovolactovegetariana, mais saudável e feliz

Olá! Meu nome é Letícia Said, tenho 25 anos, trabalho como Auxiliar Administrativo. Nasci e atualmente moro em Belo Horizonte e por enquanto sou ovolactovegetariana.

No começo o que eu precisava era mudar meus hábitos alimentares. Eu sentia isso muito forte, porque meu prato de comida era basicamente arroz, feijão e carne. Por muitos anos eu sofri com doenças respiratórias e dores de cabeça (essa eu tinha todos os dias desde os meus 14, 15 anos e por diversas vezes fui parar no hospital com crise de enxaqueca).

Quando comecei a namorar meu noivo eu senti muita diferença no que eu comia em casa e no que eu comia na casa dele. Tudo lá era integral, orgânico, com farinhas não convencionais e eu achava tudo muito estranho. Até então nunca tinha comido um arroz integral na vida. Minha cunhada já era vegetariana há muitos anos e a nossa tatuadora era vegana. Queria saber mais sobre esse assunto, então cada vez que ia tatuar perguntava alguma coisa, cada vez que ia na casa dele provava coisas diferentes, até tomar gosto pelos vegetais.

A primeira coisa que mudou foi meu paladar. Isso afetou muito minha saúde, que melhorou quase 100%. Só depois comecei a pesquisar mais, ler sobre o consumo da carne, de onde vinha, o tanto que era absurdo e quando eu vi já não tinha nenhuma vontade mais de comer, sentia nojo. Não queria fazer parte daquele sistema. Comia e passava mal, vi que meu corpo estava pedindo para parar.  Até que um dia eu cortei tudo, de uma vez.

Agora, em junho, fazem exatamente 02 anos que não como mais carne. Depois do Dia dos Namorados de 2015, comi e passei supermal. Naquela semana mesmo tomei a decisão de não comer mais.

No começo foi difícil porque nem minha mãe entendia muito, nem eu mesma sabia o que comer. Tinha dúvidas sobre substituições e tinha medo de ter deficiência de alguma vitamina.

Não conhecia nenhum especialista que fosse favorável aqui em BH e por ter informações não achei que precisava. Fiz exames com médicos convencionais e todos estavam ok. Há um mês descobri uma nutricionista especializada em vegetarianos/veganos e vou marcar uma consulta porque é realmente importante fazer um acompanhamento.

Posso citar muitos benefícios que essa mudança trouxe para a minha vida, mas minha saúde fala por si. Não sinto mais dor de cabeça, me sinto mais disposta, mais leve, meu sono melhorou, tenho gosto e prazer em me alimentar. Sei que posso fazer muito mais pelo meio ambiente, mas já progredi muito e me sinto muito orgulhosa em fazer parte de algo que eu acredito que muda nosso planeta. A forma como nos alimentamos muda a forma como vemos nosso próximo.

O único ponto negativo dessa mudança foi meu convívio social. Todos meus amigos e familiares comem carne e é complicado ir aos almoços de família e aniversários. Hahahaha. Mas hoje em dia muitos deles já pensam em nós e sempre tem alguma coisa pra gente.

Além do mais, comigo não tem frescura. Se não tiver nada para comer eu mesma levo minha marmita!

Futuramente desejo mudar minha alimentação. Quando parei de comer carne, me joguei no queijo e derivados do leite. Descobri uma intolerância à lactose que me fez diminuir quase 100% desses produtos. Hoje quero me tornar vegana e é um processo que envolve muitas coisas, pois é mais do que só minha alimentação. Aos poucos tenho dado mais atenção ao que tenho visto, ao que uso na higiene e nos cosméticos. Já tenho procurado os produtos mais naturais e que não são testados em animais e assim que me mudar para minha casa (vou me casar no final do ano), vou ter mais autonomia para comprar e usar mais produtos veganos.

Eu acredito que é possível viver sem carne e é essa a minha verdade. As pessoas vão falar, vão te olhar torto, vão achar estranho, mas vão se acostumar. Se é o que você acredita, corra atrás de informações. Hoje a Internet é o maior veículo e com certeza você vai achar as respostas das perguntas que você se faz. Se um amigo não consegue se habituar com seu “novo você”, então ele não é seu amigo de verdade.  E procure um médico!

Em Belo Horizonte temos muitas lanchonetes e restaurantes bons vegetarianos e veganos.  Os lugares que eu recomendo são:

– San Ro – restaurante de comida taiwanesa;

– Las Chicas Vegan – um restaurante que fica no Edifício Malleta, feito só por mulheres <3;

– O Vegano – uma lanchonete vegana;

– Veganza – uma mercearia cheia de produtos que também vende lanches veganos ;

– Vegan Club – recém-aberta, é uma mercearia perto do Pátio Savassi que vende produtos locais <3 e lanches;

– Carro de Lanches Vegetariano – é tipo um foodtruck que fica na Savassi, que serve refeições deliciosas na hora do almoço;

– Camaradería Gastrobar – ainda não fui, mas amigos já foram e aprovaram. Servem tanto almoço quanto jantar.

– Venne Mercearia – primeiro açougue vegano de BH, vale MUITO a pena conferir! Eles fazem os produtos, então é muito melhor e mais saudável que os industrializados. E é tudo delicioso.

 

Indico o livro “Alimentação sem Carne” do Dr. Eric Slywitch, um médico que dá um guia para quem quer parar de consumir com os cuidados que devem ser tomados.

 

Indico vários perfis no Instagram que dão além de dicas, receitas maravilhosas:

@segundasemcarne

@mulheresveganas

@theveggievoice – a Alana nunca comeu carne, tem um livro com receitas e um programa no GNT chamados Diário de uma Vegana. Ela também dá workshop pelo Brasil ensinando as receitas.

@lunanutri – nutricionista

@paulagandin – nutricionista

@guirenke – endocrinologista

@paruvegan – um body builder vegano que prova que é possível ganhar massa com proteína vegetal

@veganize_se – uma estudante de medicina que dá várias receitas veganas fácil e rápidas

@presuntovegetariano – É um blog de receitas que também tem canal no Youtube. Já fiz várias receitas que eles ensinam, é tudo muito bem explicado.

E além desses perfis de Instagram, eu indico MUITO o canal do Youtube “VIEWGANAS”. Duas meninas simpáticas que ensinam adaptações de todo tipo de gordice, até “costela” barbecue elas fazem! Maravilhosas!

 




PESQUISAR:

Débora Campos - autora
apoie o blog viverdequê?
quer anunciar no viverdequê?