Hortelã – Tempero ou remédio? | VIVERDEQUÊ?
Fechar

Inscrição para o Curso: LEITES VEGETAIS - 10 NOV


19.jan
19.jan
Hortelã – Tempero ou remédio?

Uma das plantas mais utilizadas no mundo tem mil e uma funções!

Na culinária é utilizada tanto para pratos doces quanto salgados, dando um toque refrescante nas preparações. Vemos ela em saladas, sucos, águas aromatizadas, chás, molhos, sopas, sobremesas, etc. Tudo fica uma delícia com hortelã, mas o melhor de tudo é que ela está cheia de nutrientes capazes de prevenir e até curar doenças.

Ela é rica em ácido fólico, cálcio, magnésio, ferro, zinco, e até potássio.

Por causa do mentol, um óleo ativo da planta, ela tem propriedades antissépticas e antibacterianas. Pesquisas mostram que ela é rica em óxido de piperitenona, por isso combate vermes (giárdias e amebas).

Esta plantinha é excelente para problemas gastrointestinais: alivia a indigestão, a síndrome do intestino irritável, dispepsia, etc.  E também recomendada para problemas respiratórios, resfriados, bronquites, pois ajuda a descongestionar o nariz, diminui o muco e alivia a respiração. Poderosa, não?

Utilize para enriquecer o sabor dos pratos e de maneira medicinal, através de chás, xaropes, inalação, cataplasma e bochecho. Então use e abuse como tempero e remédio!

Conservação: Fresca (dura 3 dias na água), congelada (até 6 meses no freezer) ou desidratada (1 ano).

Grande abraço!

Débora Campos

Publicitária, apaixonada por culinária saudável, fotografia e viagens.




PESQUISAR:

Débora Campos - autora
apoie o blog viverdequê?
quer anunciar no viverdequê?