Estresse e depressão: a ajuda vem da feira | VIVERDEQUÊ?
Fechar

Inscrição para o Curso: LEITES VEGETAIS - 10 NOV


17.mar
17.mar
Estresse e depressão: a ajuda vem da feira

Os alimentos, como sempre, são nossos aliados na busca por uma vida mais saudável e plena. E vou listar alguns deles aqui, seja para você se prevenir desse mal ou para cuidar de alguém que esteja precisando se reerguer.

Talvez você esteja se perguntando: “o tema do mês não era estresse? Por que o Viverdequê? vai falar de depressão? Acontece que há uma relação direta entre as duas coisas.

O estresse é um mecanismo fisiológico do organismo, que envolve componentes físicos, psicológicos, mentais e hormonais. Esses aspectos impactam todo o organismo. Se estiverem desbalanceados, podem desencadear sintomas severos, tais como ansiedade, insônia e depressão, dentre outras.

A depressão pode se desenvolver mediante a situações que representam um grande desafio para o indivíduo, ou decorrente de um momento extremamente entristecedor. O fato é que a própria existência pode se tornar um fardo insuportável, quando se sofre de depressão. Os possíveis sintomas, simultâneos ou não, são:

 

– Sensação de extremo cansaço mental;

– Ausência de vigor físico;

– Dificuldades de memorização;

– Sensação de incapacidade;

– Hipersensibilidade emocional;

– Vontade de desistir da vida;

– Inabilidade de concentração;

– Dificuldade constante de tomar decisões;

– Confusão mental.

Caso conheça alguém que está nessa situação descrita, não menospreze e ajude. Marque consultas médicas e ofereça alimentos que podem aprovisionar componentes para restabelecer o equilíbrio do organismo. Veja:

 

– Morango:  a fruta oferece boa quantidade de vitamina C, que é útil para prevenir a oxidação celular. Além disso, essa fonte de fibras combate a prisão de ventre.

 

– Castanha-do-pará, nozes e amêndoas: ricas em selênio, elas colaboram para a melhoria dos sintomas de depressão, auxiliando na redução do estresse.

 

– Soja: é rica em magnésio, o segundo mineral mais abundante em nosso organismo, que regula a energia das células. A soja também possui propriedades tranquilizantes.

 

– Hortaliças escuras: alimentos como o espinafre e o brócolis são ricos em folato (vitamina do complexo B) que está associado a menor prevalência de sintomas depressivos.

 

– Banana: a fruta é abundante em carboidrato, potássio e magnésio. Também é fonte de vitamina B6, que produz energia. Ela ajuda a diminuir a ansiedade e contribui para um sono tranquilo.

 

– Aveia e centeio: por serem ricos em vitaminas do complexo B e vitamina E, esses cereais auxiliam no funcionamento do intestino e combatem a ansiedade.

 

Incentive uma pessoa com depressão a se alimentar bem, ingerindo esses alimentos. E, caso seja você que está enfrentando esse delicado problema, acredite que os alimentos certos podem te auxiliar. Alimente-se bem e viva bem!

 

Débora Campos

Publicitária, estudante de Gastronomia (Senac) e apaixonada por culinária saudável, fotografia e viagem.




PESQUISAR:

Débora Campos - autora
apoie o blog viverdequê?
quer anunciar no viverdequê?