Chás naturais calmantes realmente funcionam? | VIVERDEQUÊ?
Fechar

Inscrição para o Curso: LEITES VEGETAIS - 10 NOV


31.mar
31.mar
Chás naturais calmantes realmente funcionam?

Sim, eles funcionam! Basta analisar a cultura indígena para perceber que eles sempre cuidaram da saúde tendo as plantas como “farmácia”. E por falar em farmácia, a base principal dos nossos remédios industrializados vêm da natureza. Então, realmente, devemos dar crédito às ervas, que são a verdadeira essência de muitas fontes de tratamento, cura, prevenção e bem-estar.

 

Os chás podem ser bons aliados para a recuperação de pessoas com depressão – o tema do mês de março aqui no Viverdequê?. Mas depende muito da forma do preparo. Se você faz um chá muito “ralinho”, com pouquíssima concentração da planta que possui os princípios, de nada irá adiantar. Então, fique atento às dicas abaixo e siga à risca na hora das infusões (ou outros tipos de preparação).

 

Vou compartilhar algumas plantas aqui para fazer chás calmantes. Eles, em geral, ajudam a relaxar, dormir melhor, combatem fraquezas e são antidepressivos. Vale pesquisar mais sobre cada um dos itens, antes de ingerir, ok? E isso vale para tudo na vida, pratique a curiosidade! Rsrsrs

 

Algo legal a ser considerado é que, se você não tem costume, opte pelos chás mais leves, ou seja, que têm um efeito mais sutil, como os de hortelã, melissa e camomila.

 

Mas, se você já está acostumado e quer algo mais eficiente, pode fazer um chá de valeriana, por exemplo, que é beeem calmante. Esse chazinho é uma opção interessante para ser dada às pessoas que precisam de um relaxamento intensivo (um verdadeiro “stop”) ou até para crianças muito agitadas, mas, nesse caso, é legal misturar com algum outro chá mais leve e de sabor mais agradável (a valeriana tem um gosto forte).

 

Eu fiz um curso de chás medicinais no Centro Médico de Vida Saudável (Cevisa) e aprendi uns preparos muito bons. Vou compartilhar de modo bem breve, mas já espero que possa te ajudar.

 

A maioria dos chás caseiros são feitos em modo de infusão de flores e folhas, sejam frescas ou secas. Também tem a decocção ou o xarope, mas a infusão é o jeito mais fácil, né?

 

Então, quanto for fazer, se atente aos detalhes:

– Use a proporção de 1 colher de sopa de planta seca, ou 2 colheres de planta fresca, para cada xícara de água fervente.

– Corte grosseiramente as folhas ou flores.

– Depois despeje a água fervendo sobre a planta medicinal em pedaços.

– Abafe, colocando uma tampa e deixe fechado por 15 minutos.

– Após o processo citado acima, é só coar e consumir.

– A validade é de 24 horas, sempre conservando em geladeira.

– Tomar de 3 a 5 xícaras por dia.

 

Seguindo esses passos, você pode fazer um chá calmante de:

– flores de camomila (efeito leve) – FOTO.

– folhas de maracujá (efeito leve).

– folhas de melissa (efeito leve).

– folhas de hortelã (efeito leve).

– folhas de alecrim (efeito leve).

– folhas e flores de lúpulo (efeito moderado).

– folhas e flores de tília (efeito moderado).

– Raiz de valeriana (efeito intenso).

 

Acredite no poder das plantas e traga esses benefícios para a sua vida. Recomendo que invista em livros e cursos sobre efeitos medicinais e que pesquise mais sobre o assunto, de um modo geral.

 

Que tal um chazinho para terminar bem esta sexta, hein? Bom final de semana para você!

 

Débora Campos

Publicitária, estudante de Gastronomia (Senac) e apaixonada por culinária saudável, fotografia e viagem.




PESQUISAR:

Débora Campos - autora
apoie o blog viverdequê?
quer anunciar no viverdequê?